terça-feira, 10 de julho de 2012

Mais uma pra contar...

Em fevereiro, quando minha lesão gritou, minha maior preocupação era ficar parada. O que seria de mim se não pudesse fazer atividade física? Depressão, certeza!

Desde então, fiquei uma única semana sem frequentar a academia, depois quando voltei fazia musculação para superiores só e bicicleta geriátrica! Tédio, mas melhor que não fazer nada!

Geriatria

Aos poucos fui voltando a fazer fortalecimento para os inferiores também, com muito exercício de físio diário. Depois sai da geriatria nos aeróbios e fui para transport, e enfim spinning! Um pouco mais de endorfina! Ufa! 

Nesse tempo em que estou parada acompanhei pela internet alguns atletas que fizeram o Ironman, e me apaixonei! Nadar eu curto, correr eu amo, spinning sou viciada! Ok, spinning não tem nada a ver, eu sei! E era aí que estava o grande "X" da questão: eu não andava de bike desde os 10 anos de idade, ou seja, praticamente 20 anos sem subir numa bicicleta que sai do lugar! E agora? Que eu faço?

Pesquisa daqui, enche os saco dos amigos dali com milhões de perguntas (Paulo Santos que o diga! rs), vê e fuça, e achei a bike que seria bacana começar a dar as primeiras pedaladas!

Essa é a Lolla!!!
Mãetrocínio me presenteou de aniversário (daqui 18 dias... ai ai) com uma bike speed! Wow!!! Era tudo o que queria! Criança de 30 anos com brinquedo novo! Bora pro parque nadar!!! hahahahahaha... Ledo engano! A tronxa não conseguiu andar! Frustração enorme! Sensação de incapacidade e de lesada sem fim! Não foi que não andei muito, não andei NADA! Não consegui, simples assim!

Dia seguinte, teimosa que sou, tinha que provar que andar de bike eu sei! Talvez a questão fosse a speed, já que é beeeeem diferente de uma mountain! Voltei ao parque, aluguei uma bike e andei! Sim, eu sei andar!!! Não sou tão lesa assim! Ufa!!! Alívio!

Mas e a minha bike? Como faço??? 

Fui na USP atrás de uma assessoria e falei: seguinte, sou cagona, morro de medo de andar nessa bagaça, mas eu QUERO E VOU conseguir, me ajuda?
Não, consegui andar ainda... Mas peguei um rolo emprestado e fui treinar em casa! 

ROLO!!!
Google Images

Nessa percebi que a bike estava toda errada pra mim! Guidom grande, mesa enorme, e por isso eu não tinha nenhum equilíbrio, o que me causa uma insegurança!

Marquei de fazer o tal do bike fit. Realmente, estava tudo errado! Fiz as alterações sábado passado, comprei um rolo, e como ficou mais confortável! Caramba! É outra bike!

Agora preciso voltar na USP e andar! Porque não tem mais desculpas: EU VOU ANDAR! 

Estou contando as horas pra isso acontecer, e quando acontecer conto as peripécias e possíveis tombos aqui!

Ah! E quem sabe um dia eu não complete um Ironman e ria dessa história de não saber andar de bike... Sonhos são possíveis desde que acredite neles e os façam acontecer! Por isso a #ForçaNaPaçoca pra que a gente #NeverGiveUp !!! :)



Nenhum comentário:

Postar um comentário